DO BLACK MIRROR AOS NOVOS COSMÉTICOS

DO BLACK MIRROR AOS NOVOS COSMÉTICOS

Espera-se que até 2020 os usuários de smartphones alcancem globalmente a cifra de 2,87 bilhões. Isso para a indústria de cosméticos é muito importante porque a proporção de dispositivos que incluem aplicativos e avanços na Internet das Coisas (IoT), Realidade Aumentada (AR), Realidade Virtual (VR) e Inteligência Artificial (AI) também está crescendo surpreendentemente.

Black Mirror é a famosa série que nos mostra como a tecnologia pode afetar nossas vidas. É uma série que sempre nos mantém atentos, pois apresenta de uma forma muito criativa como será nossa interação com os novos aplicativos, ferramentas, dispositivos e aplicativos desenvolvidos através da IoT, AR, VR e AI. A Netflix anunciou em junho o lançamento de “I’m Mother”, isso é sobre um robô que se torna a mãe do último ser humano em um mundo pós-apocalíptico, tudo graças à AI.

As marcas de cosméticos estão usando IoT, AR, VR e AI para fornecer novas experiências e atender às necessidades do consumidor de uma maneira diferente e mais poderosa. Sabemos que o consumidor está se tornando mais exigente e a tecnologia permite desenvolver produtos mais personalizados e precisos.

Normalmente vemos que alguns consumidores não conseguem encontrar a cor da maquiagem certo para o seu rosto e vimos há alguns anos o lançamento de máquinas localizadas em lojas que com a ajuda de algoritmos e depois de uma rápida análise da pele permitem criar formulações que têm o tom de cor personalizado. O mercado online está crescendo a um ritmo gigantesco na maioria dos países e é por isso que as empresas estão usando cada vez mais o AR para melhorar a experiência de compra. Estamos vendo melhorias na tecnologia de reconhecimento facial e reconhecimento de imagem.

Há também um boom de dispositivos para análise da pele que permite ao consumidor fazer um diagnóstico rápido da condição de sua pele e receber recomendações imediatas sobre quais produtos usar. Também vimos o surgimento de “espelhos inteligentes” que tiram uma foto do usuário e fazem uma avaliação do estado das rugas, manchas, poros, linhas e brilho para recomendar produtos, rotinas e frequências de uso. No mercado, também vemos aplicativos que mostram aos usuários como sua pele e seu rosto ficarão no futuro.

¿What’s next?

Maquiagem impressa: ¿Será que algum dia um robô pode nos aplicar maquiagem? Este ano, uma impressora de maquiagem foi apresentada na Consumer Electronics Show (CES), que é muito inovadora porque este dispositivo escaneia a pele em tempo real e só aplica maquiagem em pontos selecionados na face, ou seja, a aplicação é feita apenas em áreas onde existem imperfeições, manchas ou poros abertos. Este dispositivo funciona com uma câmera que captura 200 fotos por segundo da pele para obter uma aplicação precisa. Outra agência de design apresentou uma ideia de impressora que permite que os estilos de maquiagem que podemos ver na internet sejam baixados e “impressos” nos rostos das pessoas. Ou seja, se você gosta da maquiagem de um modelo no Instagram agora você pode ter esse mesmo estilo impresso em seu rosto.

3D ou “e make-up”, a maquiagem eletrônica: Uma das últimas tendências em tecnologia de beleza que não envolve o uso de cosméticos reais. A realidade aumentada apresenta muitas opções divertidas e podemos fazer looks de maquiagem extravagantes que melhoram a imagem digital. Um artista que está quebrando esquemas nesse campo é Inés Marzet (Ines Alpha) da França, cujas criações são bem conhecidas, virais e usadas por artistas, músicos e modelos no Instagram. A maquiagem eletrônica pode mudar de cor, estar em 3D ou ser iridescente, o que não é possível na vida real … no momento! No futuro, também veremos o lançamento de linhas de maquiagem inspiradas nos acabamentos e acabamentos de maquiagem eletrônica. É a era da eletro-beleza!

Pocketsky – Terapia de luz portátil: Vimos nas últimas feiras como In-Cosmetics, a evolução no lançamento de várias tecnologias relacionadas à luz azul e agora sabemos que devemos limitar nossa exposição a esses comprimentos de onda pelos impactos que eles têm sobre nossos ritmos circadianos e sobre alguns processos bioquímicos na pele. Entretanto, se essa luz nos ajuda a ficar acordados… ¿o que aconteceria se a usássemos a nosso favor?

Sou colombiano, adoro uma boa xícara de café de Quindío pela manhã e essa ideia me pareceu fascinante… Recentemente foi lançado o Pocketsky, que é um aparelho que emite um comprimento de onda específico, que é colocado no rosto, em frente aos olhos e nos ajuda a ativar quando precisamos … é o novo café virtual! O interessante é que este tipo de dispositivos evoluirá com os avanços da IoT e no futuro veremos aplicações que sugerem o uso concomitante de produtos de skin care… sem dúvida abre a porta para um novo mundo de mecanismos bioquímicos, formatos, conceitos e benefícios cosméticos. Voilà!!!

Air Pix – Ultracompact drone para selfies: Este é um drone de bolso especialmente concebido para tirar melhores selfies. Esta nova versão apresenta uma câmera melhor e melhor desempenho da bateria. Estamos vendo no mercado uma grande tendência no desenvolvimento de novos materiais que melhoram imediatamente a aparência da pele. Blurring, soft-focus, mattifying, imperfections correction e designed for extreme selfie são benefícios que começam a evoluir alinhados aos novos avanços do IOT, AR, VR e AI para obter o selfie perfeito.

https://www.indiegogo.com/projects/your-pocket-sized-aerial-photographer-air-pix#/

AI-Powered Acne Analyzers: A inteligência artificial permite o desenvolvimento de novas aplicações para melhorar o diagnóstico de acne e receber indicações de terapia dermatológica. As novas aplicações levam entre 3 a 4 fotos da face e realizam uma contagem total de pontos de acne e manchas inflamatórias, permitindo o acompanhamento diário da melhora utilizando o tratamento estético indicado.

Spoken beauty: Este é a nova conquista da Inteligência Artificial desenvolvido pelo MIT. Recentemente, foi possível reconstruir um rosto de uma pessoa a partir de uma gravação de sua voz. O software também é capaz de determinar fatores como idade, gênero e etnia de uma pessoa. Este programa foi criado a partir de clipes de voz de mais de 100.000 voluntários. É impressionante porque consegue criar ligações entre características físicas do rosto a partir da voz da pessoa. No futuro, as empresas de cosméticos poderão trabalhar em padrões de beleza usando a voz dos consumidores para personalizar produtos como tratamentos cosméticos, fragrâncias e maquiagem.

Black Mirror é breve e intenso e nos proporciona diferentes experiências. As novas aplicações, desenvolvimentos e tendências da IOT, AR, VR e AI em cosméticos estão abrindo as portas para um novo mundo de criatividade e inovação.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *